Páginas

domingo, 28 de março de 2021

EMBALAGEM PARA PRESENTE | Didi Tristão

Olá pessoal,
Depois de muito tempo sem aparecer por aqui, resolvi compartilhar com vocês um projeto bem fofo, inspirado numa aula da @scrapbyvanrubio para o #stampclubbrasil21.
Usei papel kraft que eu tanto gosto e alguns materiais que tenho aqui em casa.
Espero que vocês gostem das dicas e do resultado.


sábado, 20 de março de 2021

100 anos

 



Ela nasceu dia 20 de março de 1921, na Letônia.

Isso mesmo! Exatamente há 100 anos. 

Sua vida foi longa e nem sempre fácil mas ela teve força e coragem para recomeçar todas as vezes que foi necessário. Pra atravessar um oceano e viver sem pátria num lugar distante e estranho. Pra aprender outra língua, outros hábitos. Pra trabalhar duro e incansavelmente. 
Viveu com competência, criando filhos e netos íntegros e honestos.

Ela queria muito uma festa. Essa festa está acontecendo agora mesmo, na lembrança e no coração de todos aqueles que a amavam. E não eram poucos. Parentes dos quais precisou viver distante, mas que manteve sempre perto do coração. Amigos de uma vida inteira. Pessoas com as quais ela se correspondia desde mocinha até quando pode escrever. Amigos da igrejas, a quem ela considerava da família. Amigos vizinhos, amigos das lojas, dos restaurantes, dos passeios diários pelas ruas do bairro. Amigos leitores dos seus escritos. Amigos que nem sequer conhecia. Ela gostava de gente, gostava de gostar das pessoas.

Seus filhos e netos e até os bisnetos que nunca conseguiu abraçar, todos estão em festa pelo seu aniversário. Todos unidos pra comemorar o simples fato dela ter existido.

Viver 96 anos não é pra qualquer um. Apenas para os que têm competência pra isso. 
E fé. Muita fé.
A mesma fé que esteve presente em sua vida inteira, ajudando a passar por todos os desafios. A mesma fé que a manteve serena até o fim, pois sabia que Deus tinha lugar reservado pra ela ao Seu lado.

Eu sinto uma saudade imensa na minha amiga e companheira, da minha velhinha, com quem eu tive a felicidade de conviver por quase 30 anos.
E hoje, no dia do seu aniversário, gostaria que todos os que a conheceram e admiraram pudessem estar juntos, reunidos à sua volta, para cantar parabéns e desejar tudo de melhor que houver nessa vida e depois dela.
Feliz aniversário, Sogrinha!
E obrigada, por tudo.


sexta-feira, 28 de setembro de 2018

TUDO MISTURADO - educação, ética, respeito e arte

SOPA TOSCANA

QUERO MUITO TUDO ISSO

RECEITA FÁCIL - SOPA TOSCANA

COMO FAZER ETIQUETAS PARA SUAS MALAS

Como preservar memórias com fotografia

PONTUALIDADE É SINAL DE EDUCAÇÃO?

Almas Perfumadas

Não costumo ter muito talento para ler poesias, mas essa é tão linda que li e reli, várias vezes.
Trata de pessoas especiais, de amizade, de gente de luz!
Apesar de sempre ter considerado que a amizade é o sentimento mais nobre que existe, nos últimos dias ando bem sensível pra falar no assunto, não sei bem por que.
Recebi da Vilma,  em um grupo de amigas que se uniram pelo prazer da arte e da comppanhia uma da outra.
Isso talvez seja um sinal, não é?
Vou colorir o texto de azul, pois essa é a cor que essa poesia me inspira.
Vejam...

Tem gente que tem cheiro de passarinho quando canta.
De sol quando acorda.
De flor quando ri.
Ao lado delas, a gente se sente no balanço de uma rede que dança gostoso numa tarde grande, sem relógio e sem agenda.
Ao lado delas, a gente se sente comendo pipoca na praça.
Lambuzando o queixo de sorvete.
Melando os dedos com algodão doce da cor mais doce que tem pra escolher.
O tempo é outro.
E a vida fica com a cara que ela tem de verdade, mas que a gente desaprende de ver.

Tem gente que tem cheiro de colo de Deus.
De banho de mar quando a água é quente e o céu é azul.
Ao lado delas, a gente sabe 
que os anjos existem e que alguns são invisíveis.
Ao lado delas, a gente se sente chegando em casa e trocando o salto pelo chinelo.
Sonhando a maior tolice do mundo com o gozo de quem não liga pra isso.
Ao lado delas, pode ser abril, mas parece manhã de Natal do tempo em que a gente acordava e encontrava o presente do Papai Noel.

Tem gente que tem cheiro das estrelas que Deus acendeu no céu e daquelas que conseguimos acender na Terra.
Ao lado delas, a gente não acha que o amor é possível, a gente tem certeza.
Ao lado delas, a gente se sente visitando um lugar feito de alegria.
Recebendo um buquê de carinhos.
Abraçando um filhote de urso panda.
Tocando com os olhos os olhos da paz.
Ao lado delas, saboreamos a delícia do toque suave que sua presença sopra no nosso coração.

Tem gente que tem cheiro de cafuné sem pressa.
Do brinquedo que a gente não largava.
Do acalanto que o silêncio canta.
De passeio no jardim.
Ao lado delas, a gente percebe que a sensualidade é um perfume que vem de dentro e que a atração que realmente nos move não passa só pelo corpo.
Corre em outras veias.
Pulsa em outro lugar.
Ao lado delas, a gente lembra que no instante em que rimos Deus está conosco, juntinho ao nosso lado. E a gente ri grande que nem menino  arteiro.

Tem gente que nem percebe como tem a alma Perfumada!
E que esse perfume é um dom de Deus!

 – Carlos Drummond de Andrade

Aos meus amigos queridos, com todo meu amor